quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Adoro Miminho

Mal me vê começa logo,

-Estás mais magra.

-Tens que ir cortar o cabelo.

- Queres comer, tens que comer.

- Costumas jantar? E o que é que fazes para o jantar?

-Não beba tanta Coca-Cola!

- Viste aquela, sabes da outra?

- Então e …

- Não comas tantos doces.

- Vai para ali. Vai para acolá. Faz isto, faz aquilo. Pensa nisto, pensa naquilo.

URG!

Porém, quando vou a casa faço-me à vida e deito-me mais cedo, não sem antes arrastar a minha mãe para o quarto e, docemente “exigir” (com uma voz melosa e arrastada ao máximo) que ela se deite comigo até eu adormecer.

- Tenhoooo frioooooooo! Tenhooo medoooo! Está escuroo! Tenho saudades tuas! são os argumentos mais utilizados, claro que o ultimo é sempre o verdadeiro e mais persuasivo.

Há coisa melhor que ter o abraço da nossa mãezinha a proteger-nos enquanto dormimos? Claro não! Até dormimos melhor, parece que nada de mal nos irá acontecer só porque temos aquela presença junto a nós!
Quem me dera ser canininha outra vez

Ass: Menina Grande Mas Ainda Mimada e Diz que é Bom o Ser :)

P.S. Desconfio que quem não acha muita graça ao assunto é o meu pai, mas também, não estou sempre em casa... LOL


Etiquetas: ,

2 Comentários:

Blogger Menina Vogue disse...

realmente, não há nada melhor do que os miminhos da mãe! dormir com ela então é do melhor! adormecer na cama dela 'sem querer', até parece que dá mais preguiça, mais moleza, mais vontade de dormitar, mais ronha :D há pesoas q encaram isso como infantilidade ou ser 'menina da mamã', mas eu não acho, mãe é sempre mãe, miminhos de mãe são miminhos de mãe, insubstituiveís, seja qual for a idade, o sexo. :)

29 de fevereiro de 2008 às 23:40  
Blogger Sorrisos em Alta disse...

Oi!

Não sei como é que deste com o meu blog mas... obrigado pelo link!

Vou retribuir!

Bom fim-de-semana!

1 de março de 2008 às 18:50  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial