terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Só para dizer

Há dias que acordamos tão bem dispostos que temos a certeza que vai acabar mal.Levantamo-nos, tomamos banho, vestimos a roupa já escolhida de véspera ( nisso sou como Beckham), comemos e saímos porta fora.
O dia vai passando e nada de mal acontece, continuo muito bem-disposta, sorriso – sorriso, a-vida- é- bela, sorriso– sorriso.
Meto-me no Metro, o Zapping não tem saldo suficiente. Vou à máquina, carregamento mínimo: 1.50€! Só tenho 1€ olho à volta, não há multibanco. “vou pagar directamente com cartão…eheheh”
«Insira cartão. Remova cartão. Insira cartão. Remova cartão.”»
Espectáculo, pagamento com multibanco fora de serviço. Experimento a outra máquina ao lado, coloco o cartão 7Colinas, carrego no ecrã e…. nada, danifiquei-o ao colocar na ranhura.
Olho para o lado a funcionário do Metro pergunta se preciso de ajuda «Eu não, mas estas máquinas sim!» penso com os meus botões.

Blá-blá para aqui, blá-blá para ali, comprei um cartão só com uma viagem para juntar à minha colecção de quatro 7Colinas,o novo, um para a Carris, e três do Metro, um com 0.50 e o tal danificado. Enfim.
Estou sentadinha no meu banco, a ler a minha revista, eis que sinto algo estranho no meu nariz… C’um caneco, hemorragia nasal, (é tão bom quando acontece no Metro), lanço a mão à procura de lenços de papel e lá vou eu o resto da viagem com a cabeça inclinada para trás.Chegada à minha estação, passo Zapping.
Titititi, “outra vez?”, penso eu.Com uma mão a apertar o nariz e a outra a virar a mala tento encontrar o Zapping correcto, à quarta foi de vez, lá se abriu a passagem e vou a correr para casa maldizendo a minha sorte.

Positivo da história: Ao menos que tinha lenços de papel comigo.

Etiquetas: ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial